Arquivos da categoria: Sindarin

Asfaloth

Asfaloth, interpretado por Florian É claro, muita gente deve conhecer a cena: O “jovem” Frodo (Você sabia que Frodo tinha 50 anos de idade na Guerra do Anel? Tamanho não é documento…) sendo perseguido por nove Espectros do Anel a cavalo em um bosque, dependendo apenas da velocidade do cavalo em que está montado para sobreviver.

O cavalo era Asfaloth, cujo dono era Glorfindel (nos livros; Liv “Arwen” Tyler nos filmes), e o significado de seu nome é uma incógnita até hoje. Não no nível de “balrogs têm asa?”, mas chega perto. De uma forma ou de outra, coube a Bertrand Bellet uma nova tentativa de explicar esse nome na mensagem 1005 da lista Lambengolmor.

Continue lendo Asfaloth

Lista de palavras em Sindarin do Helge atualizada

O dono do site Ardalambion, Helge Fauskanger, enviou uma mensagem à lista Elfling neste sábado informando que a sua lista de palavras em Sindarin foi atualizada. Ela agora possui um texto introdutório, informações sobre abreviações, entre outras coisas. É explicado também que essa lista é a versão Inglês-Sindarin da lista Sindarin-Inglês disponível no livro escrito por David Salo, A Gateway to Sindarin.

Se você fez o download da lista anterior, deve baixar essa versão agora. Continuo achando que o Hiswelóke é um dicionário de maior qualidade e variedade de informações, mas é possível que, para iniciantes, as formas apresentadas com as mutações consonantais tornem a lista do Helge um guia mais útil ao aluno inexperiente.

Lista de Palavras em Sindarin na Ardalambion

Em comemoração aos 10 anos da Ardalambion, o estudioso Helge Fauskanger está planejando lançar algumas novidades em seu site. Uma delas já foi noticiada antes e agora está já disponível: uma lista de palavras em Sindarin, chamada Parvpith Edhellen.

Por enquanto há apenas uma lista Inglês-Sindarin disponível, já que a prioridade da Ardalambion é, há algum tempo, dar apoio aos escritores neo-élficos. Embora seja um trabalho impressionante por si só, não ultrapassa o Hiswelóke de Didier Willis, pois a lista do Helge não possui a fonte da palavra, nem um indicador se ela é “Noldorin” ou “Sindarin”.

Essa omissão pode parecer pequena, mas quando algumas pessoas (como eu) dependem dessa informação para criar formações que podem se tornar no futuro tatuagens e gravações anéis de casamento, é necessário escolher e seguir um padrão para que as traduções fiquem consistentes (ou seja, escolher entre priorizar o Sindarin, o Noldorin, ou os dois, mas fazê-lo conscientemente!). Por isso recomendo utilizar o Dicionário Sindarin Hiswelóke do Didier Willis, que permite uma flexibilidade maior ao tradutor. Já falei que ele imprime melhor também? 🙂

Dicionário de Sindarin Hiswelóke 1.8-RC1 disponível

É uma notícia já um tanto antiga, mas que merece destaque. A versão 1.8–RC1 do Dicionário de Sindarin Hiswelóke (de longe o mais completo e atualizado no mundo), com léxico 0.99499 está disponível em sua versão online em inglês, francês e alemão neste link.

Em inglês, o dicionário está disponível em três organizações: Sindarin-inglês, inglês-Sindarin e Sindarin-inglês temático. Este último separa as palavras em tópicos, como biologia, geografia, zoologia e números. Também há um arquivo explicando os símbolos e abreviações utilizados e um documento com apenas as palavras em sindarin e onde elas são encontradas. Essa revisão está muito mais completa do que o anterior, incorporando o vocabulário das últimas publicações do jornal Vinyar Tengwar e o livro Reader’s Companion de Wayne Hammond e Christina Scull.

Impresso, o dicionário inglês-sindarin deve ter aproximadamente 50 páginas. Ele é muito bem diagramado, havendo uma quebra de linha ao início de cada letra (ou tema). Isso acaba custando algumas folhas a mais, mas acaba se tornando útil na hora da consulta. Também agora é especificado se a palavra vem do Noldorin (pré-1951, principalmente as Etimologias) ou Sindarin, facilitando o estudo acadêmico.

Helge lançará Lista de Palavras de Sindarin

Na mensagem 298 da lista de discussões Sindict (dedicada à discussão do Dicionário de Sindarin Hiswelóke, de Didier Willis), o escritor do Curso de Quenya, Helge Fauskanger, disse que está criando uma lista de palavras inglês-Sindarin, similar ao trabalho que já fez com o Quenya.

Didier Willis, em uma resposta a essa mensagem, dá o endereço de um projeto similar no qual esteve trabalhando. Sendo baseado no Hiswelóke, eu recomendo o uso desta lista como a mais confiável disponível publicamente para o Sindarin. É uma pena que não tenhamos uma lista igual em português, mas o Gabriel (tradutor do Curso de Quenya) falou que uma tradução provavelmente será publicada após o Curso de Sindarin, pela Arte e Letra. De repente ele se anima também a traduzir as listas de Sindarin.