Isto cheira a coisa de Morgoth… Mais sobre o PE17

Uma informação bem interessante trazida pelo PE17, citada por Helge Fauskanger na E:34319: o nome original em Quenya de Sauron era Mairon “Admirável”.

Por outro lado, seu novo nome, “o Odioso”, pode vir mais do que apenas o seus atos malignos. Discutindo vphan (que gerou a palavra em Q. fána, o corpo angélico dos Ainur), Tolkien menciona que os Maiar, mesmo quando invisíveis, podiam ser reconhecidos através de sua fragrância; sem surpresas, aqueles Maiar corrompidos por Morgoth cheiravam mal. Parece que não havia chuveiros em Utumno… Fauskanger nota que a raiz de onde vem o nome “Sauron” é relacionada com palavras como “pútrido”.

2 comentários sobre “Isto cheira a coisa de Morgoth… Mais sobre o PE17

  1. Além de mal e cruel, ele era mal-cheiroso?!
    Nussa! Assim, todos os servos de Morgoth deviam feder; Ungoliantë e Laracna nós já sabemos. Os Nazgûl poderiam feder também, mesmo não sendo, ou usando, fána.

    Muito interessante. Deve ser daí a expressão que você usou: “Isso está cheirando mal”, vamos começar a usar “Isto está me cheirando a Morgoth”.

  2. Além de mal e cruel, ele era mal-cheiroso?!
    Nussa! Assim, todos os servos de Morgoth deviam feder; Ungoliantë e Laracna nós já sabemos. Os Nazgûl poderiam feder também, mesmo não sendo, ou usando, fána.

    Muito interessante. Deve ser daí a expressão que você usou: “Isso está cheirando mal”, vamos começar a usar “Isto está me cheirando a Morgoth”.

Deixe uma resposta