Os “dedos ágeis” de Koivie-neni.

Na mensagem 996 da lista Lambengolmor, o primeiro editor do Vinyar Tengwar, Helios de Rosario Martinez, analisou uma interessante frase de Tolkien no Qenya Lexicon (QL) de 1917. A frase em questão é i·rendi tapatenda (QL:89), cujo significado é simplesmente “ladrões”.

Helios nota que tapatenda literalmente significa “dedos ágeis”. Com relação a i·rendi, o primeiro elemento é obviamente o artigo definido, mas ele não se decide se o pl. rendi vem de um possível subst. *rendë ou de um adj. renda, mas é certo de que o significado é “povo, família, clã”.

“A família de dedos ágeis?” É uma maneira interessante de chamar os ladrões. Na mensagem 997 Harm J. Schelhaas nota que em holandês os ladrões, como um grupo ou uma “(sub)classe da humanidade”, são referidos como het dievengilde, o que significa “a guilda dos ladrões”. Portanto, não seria estranho que no Qenya do jovem Tolkien uma formação dessas fizesse parte do vocabulário élfico.

8 comentários sobre “Os “dedos ágeis” de Koivie-neni.

  1. Don’t worry. To be honest, I feel more comfortable with English than Portuguese when it comes to tolkienian linguistics (I often find myself misspelling words in Port. because of that). If you feel like commenting something, you’re more than welcome to do it in English (and I’ll help with the Portuguese if any doubts arise).

  2. Don’t worry. To be honest, I feel more comfortable with English than Portuguese when it comes to tolkienian linguistics (I often find myself misspelling words in Port. because of that). If you feel like commenting something, you’re more than welcome to do it in English (and I’ll help with the Portuguese if any doubts arise).

Deixe uma resposta para Carl Hostetter Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.