Arquivo da tag: twitter

Curso de Sindarin no final de abril

[Ressalva: isto não é uma brincadeira de 1º de abril.]

Eu venho tentando obter atualizações da situação do Curso de Sindarin sempre que possível, pois além do interesse óbvio no assunto do livro, eu também queria colocá-lo à venda no AnimeXtreme 2008, que acontecerá dias 12 e 13 de abril no colégio Dom Bosco, em Porto Alegre.

Mas então eu vi ontem a atualização do Twitter do Gabriel Brum dizendo: "Terminei a revisão do CdS. As 58 páginas que faltavam em uma sentada. Já enviei para a editora. Um peso a menos, hehe." Bem, é triste, mas acontece. Perguntei para um representante conhecido da Arte&Letra se poderia deixar minhas esperanças de lado. Ele confirmou para mim que o livro só sai no final de abril.

Meus únicos alentos são que, primeiro, o Curso de Sindarin vai ser lançado. Segundo, o livro deve estar à venda durante o EIRPG XVI, dias 5 e 6 de junho no Colégio Arquidiocesano em São Paulo, SP, embora seja bom alguém confirmar mais perto da data.

Onde estou e o que estou fazendo

Já faz um tempo que não posto nada aqui, então esta mensagem é só para informá-los do que ando fazendo:

  • Trabalho todo dia das 8hs às 12hs, das 14hs às 18hs;
  • Preciso terminar um trabalho da faculdade até o fim deste dia;
  • Estou verificando notícias sobre línguas tolkienianas todo dia no meu almoço. Não houve nenhuma movimentação recente nas listas;
  • Estou planejando, lentamente, um estande para o AnimeXtreme, nos dias 12 e 13 de abril no Colégio Salesiano Dom Bosco, em Porto Alegre;
  • No mesmo evento, farei uma palestra sobre as raças do mundo de Tolkien, que estou formulando/formatando;
  • Estou escrevendo o resumo dos apêndices do Curso de Quenya;
  • Estou formatando um artigo antigo que havia traduzido para o site da Ponei Saltitante, mas ainda não pedi autorização ao autor para publicar aqui;
  • Estou aguardando o pronunciamento da Manches Co. para saber se poderei publicar o Negation in Quenya do VT42;
  • Comecei a traduzir um artigo da Tengwestië que considero bem interessante (mas que preciso pedir permissão para o Carl Hostetter antes de publicar);
  • Comecei a digitar os nomes em Quenya e Sindarin para o um banco de dados para automatizar o processo de criação do layout, que é simplesmente a coisa mais chata da história.
  • Eu estava de aniversário dia 12, sabiam? 🙂

Se vocês estão cansados de esperar que eu escreva alguma coisa, podem visitar o meu blog sobre administração, tecnologia, educação, ou coisas aleatórias: Cortando a Película. Também estou todo dia no Twitter.

E em uma nota sobre coisas aleatórias: Eu recebi pedidos nos últimos tempos pelos comentários sobre paroxítonas terminadas em U (no português!) e da definição de o que são seres macroscópicos. Esses eu simplesmente tive de responder. 😀